Verbos

Os verbos são a classe de palavras da língua portuguesa que exprime ação, estado, fato ou fenômeno.

  • A mulher abriu as janelas da casa. (abriu exprime ação)
  • Jorge estava doente. (estava exprime estado)
  • Choveu muito ontem. (choveu exprime um fato, um fenômeno)

O verbo é a palavra indispensável na organização dos períodos, uma vez que as orações são constituídas em função deles.

Dentre as classes de palavras, o verbo é a mais rica em flexões. Com efeito, o verbo assume diferentes formas para indicar a pessoa do discurso, o número, o tempo, o modo e a voz.

Ao conjunto ordenado das flexões ou formas de um verbo dá-se o nome de conjugação.

Elementos estruturais dos verbos

Os verbos são formados por um radical, geralmente invariável, e por uma terminação que varia para indicar o tempo e o modo, a pessoa e o número.

O radical é o elemento básico dos verbos e a terminação contém os elementos que indicam a flexão verbal.

RadicalTerminaçãoRadicalTerminação
cant-arcant-avas
vend-ervend-ia
part-irpart-imos
traz-ertroux-eram

Na terminação, ou seja, na parte flexiva do verbo, encontra-se pelo menos um dos seguintes elementos:

  • vogal temática: caracteriza a conjugação.
  • desinência modo-temporal: indica o modo e o tempo do verbo. na forma andáSSEmos, por exemplo, o elemento destacado denota o pretérito imperfeito do subjuntivo.
  • desinência número-pessoal: indica a pessoa em que o verbo está conjugado. Por exemplo, em andássemos, a flexão -mos configura a primeira pessoa do plural.

Flexão dos verbos

A classe gramatical dos verbos é uma classe de palavras complexa e abrangente. Os verbos apresentam uma pluralidade de flexões e são bastante variáveis.

Existe flexão do verbo em número, pessoa, modo, tempo, aspecto e voz.

Flexão em número

Como as outras palavras variáveis, o verbo admite dois números: o singular e o plural.

  • singular: quando se refere a uma só pessoa ou coisa (um sujeito).
  • plural: quando tem por sujeito mais de uma pessoa ou coisa.

Flexão em pessoa

O verbo possui três pessoas relacionadas diretamente com a pessoa gramatical que lhe serve de sujeito.

  • 1ª pessoa (quem fala: eu e nós)
  • 2ª pessoa (com quem se fala: tu e vós)
  • 3ª pessoa (de quem se fala: ele e eles)

Flexão em modo

Os modos verbais são as diferentes formas que toma o verbo para indicar a atitude (de certeza, de dúvida, de suposição, de mando, etc.) da pessoa que fala em relação ao fato que enuncia.

  • indicativo
  • subjuntivo
  • imperativo

Flexão em tempo

Tempo é a variação que indica o momento em que se dá o fato expresso pelo verbo: no momento em que se fala, antes do momento em que se fala e após o momento em que se fala.

  • tempos no presente
  • tempos no passado
  • tempos no futuro

Flexão em voz

A voz indica se a ação expressa pelo verbo é praticada ou sofrida pelo sujeito.

  • voz ativa
  • voz passiva
  • voz reflexiva

Flexão em aspecto

O aspecto se relaciona com o ponto de vista do qual o locutor considera a ação expressa pelo verbo.

  • aspecto perfectivo e imperfectivo
  • aspecto contínuo e descontínuo
  • aspecto pontual e durativo
  • aspecto incoativo e conclusivo

Classificação dos verbos

Conforme as características que apresentam, existem vários tipos de classificação verbal.

A classificação mais geral se dá em relação às flexões verbais e divide os verbos em: regulares, irregulares, defectivos e abundantes.

  • Verbos regulares: flexionam-se de acordo com o paradigma da respectiva conjugação. Exemplos: cantar, vender, partir, etc.
  • verbos irregulares: se afastam do paradigma de sua respectiva conjugação e sofrem alterações em sua estrutura quando são flexionados. Exemplos: dar, estar, fazer, ser, pedir, ir, etc.
  • verbos defectivos: são os verbos que não são flexionados em algumas formas, não apresentando conjugação em determinadas pessoas, tempos ou modos.
  • verbos abundantes: são os verbos que possuem duas ou mais formas equivalentes. Exemplos: eleger, entregar, matar, aceitar, etc.

Quanto à função os verbos são classificados em principais e auxiliares.

  • verbo principal: é o verbo de significação plena, nuclear de uma oração.
    • Comprei um livro.
    • Estudei português.
  • Verbo auxiliar: é o verbo que, desprovido total ou parcialmente da significação própria, se junta a formas nominais de um verbo principal, constituindo com elas locuções.
    • Um livro foi comprado por mim.
    • Tenho estudado português.