Verbos defectivos

Os verbos defectivos são verbos que não apresentam conjugação completa, por não serem usados em certos modos, tempos ou pessoas.

  • abolir – presente do indicativo
    • (eu) –
    • (tu) aboles
    • (ele) abole
    • (nós) abolimos
    • (vós) abolis
    • (eles) abolem

A defectividade verbal verifica-se principalmente em formas que, por serem antieufônicas (aquelas que não apresentam boa sonoridade, como abolir na 1ª pessoa do singular “abolo”) ou homofônicas (aquelas que ficam iguais a outros verbos, como falir na 1ª pessoa do singular “falo”) não foram consagradas pelo uso.

Há, porém, casos de verbos defectivos que não se explicam por nenhuma razão ele ordem fonética, mas pelo simples desuso.

A defectividade verbal ocorre com maior incidência na 3ª conjugação.

Casos de defectividade verbal

Os verbos defectivos podem ser divididos em três grupos:

  • 1º grupo: verbos que não têm as formas em que ao radical se seguem a ou o , o que ocorre apenas no presente do indicativo e do subjuntivo e no imperativo. O verbo abolir serve de exemplo:
Presente do IndicativoPresente do Subjuntivo
aboles
abole
abolimos
abolis
abolem
Imperativo AfirmativoImperativo Negativo
abole
aboli

Os verbos aturdir, brandir, carpir, colorir, delir, demolir, exaurir, explodir, fremir, haurir, delinquir, extorquir, puir, ruir, retorquir, latir, urgir, tinir, pascer, entre outros também pertencem a este grupo.

  • 2º grupo: verbos que são utilizados apenas nas formas em que ao radical segue i , ou seja, nas chamadas formas arrizotônicas. A defectividade destes verbos, como nos do primeiro grupo, só se verifica no presente do indicativo e do subjuntivo e no imperativo. Tomemos como exemplo o verbo falir:
Presente do IndicativoPresente do Subjuntivo
falimos
fali
Imperativo AfirmativoImperativo Negativo
fali
  • 3º grupo: Verbos que, pela sua significação, não podem ter imperativo (acontecer, poder e caber) ou que, por exprimirem ação recíproca (entrechocar-se, entreolhar-se), se usam exclusivamente nas três pessoas do plural.

Outros casos de defectividade verbal

  • Adequar e antiquar: verbos utilizados quase que exclusivamente no infinitivo pessoal e no particípio.
  • Transir: verbo que só aparece no particípio “transido”.
  • Soer: verbo utilizado praticamente apenas nas seguintes formas do indicativo: sói, soem (presente) e soía, soías, soíamos, soíeis, soíam (pretérito imperfeito).
  • Precaver-se: verbo utilizado apenas nas seguintes formas: pracavemo-nos, precaveis-vos (presente do indicativo); precavei-vos (2ª pessoa plural do imperativo afirmativo);

Verbos que exprimem fenômenos meteorológicos, como chover, ventar, trovejar, etc., a rigor não são defectivos, uma vez que, em sentido figurado, podem ser usados em todas as pessoas.