Substantivo comum de dois gêneros

Os substantivos comuns de dois gêneros são os substantivos que apresentam uma só forma para os dois gêneros gramaticais, mas distinguem o masculino do feminino pelo gênero do artigo ou de outro determinante que o acompanham.

MasculinoFeminino
o agentea agente
o artistaa artista
o camaradaa camarada
o cliente a cliente
o imigrante a imigrante
o jovema jovem
o suicida a suicida

Todos os substantivos ou adjetivos substantivados terminados em –ista são comuns de dois gêneros: o pianista, a pianista; um anarquista, uma anarquista.

Exemplos

  • O dentista fará a cirurgia às cinco horas da tarde.
  • A dentista fará a cirurgia às cinco horas da tarde.
  • O artista ganhou um prêmio importantíssimo pela sua exposição.
  • A artista ganhou um prêmio importantíssimo pela sua exposição.
  • O policial foi corrupto, mas não foi julgado.
  • A policial foi corrupto, mas não foi julgado.

Classificação dos substantivos quanto à flexão de gênero

Quanto a flexão de gênero os substantivos são classificados em:

  • Substantivos biformes: apresentam duas formas, uma para o masculino e outra para o feminino. Geralmente, a distinção entre uma forma e outra é pequena: menino – menina; moço – moça; gato – gata.
  • Substantivos uniformes: são aqueles que possuem apenas uma forma para os dois gêneros. São classificados em:
    • comuns de dois gêneros: apresentam apenas uma forma para ambos os gêneros gramaticais e distinguem o masculino do feminino pelo gênero do artigo ou de outro determinante que os acompanham: o estudante, a estudante; o agente, a agente.
    • sobrecomuns: apresentam apenas um gênero gramatical para designar pessoas de ambos os sexos: a criança, o sujeito, o indivíduo, a testemunha, o cônjuge, a pessoa.
    • epiceno: os nomes de animais que apresentam um só gênero gramatical para designar os dois sexos: a mosca, a águia, o besouro, o polvo, o rouxinol, o tatu, a baleia.

Sobre os substantivos

Os substantivos são a classe de palavras fundamental da língua portuguesa. Sem eles não é possível estruturar frases e criar textos, tampouco nos comunicarmos de maneira eficiente, isso porque os substantivos são responsáveis por nomear os seres, objetos, ações, lugares e sentimentos que constituem o mundo.

Assim, os substantivos são palavras que existem para dar nomes:

  • aos seres reais e imaginários (homem, mulher, bruxa, fada, cachorro,…);
  • às pessoas (Luiz, Fátima, João,…);
  • aos objetos (mesa, geladeira, computador,…);
  • às qualidades (a beleza da garota, a chatice do menino, a complexidade da vida,…);
  • aos lugares (praia, escritório, aeroporto, Belo Horizonte, Paris,…);
  • aos sentimentos (ciúme, amor, amizade, raiva,…);
  • às ações (movimento, paulada, dança,…).

Além de pertencerem à classe gramatical mais numerosa da língua portuguesa, os substantivos são uma classe gramatical variável e, assim, apresentam flexão de gênero, número e grau. Além disso, eles podem ser precedidos por numerais (um garoto), artigos (o garoto), adjetivos (lindo garoto) ou pronomes (meu garoto).