Substantivo composto

Os substantivos compostos são um tipo de substantivo formado por mais de um radical, isto é, por mais de uma palavra: vagalume, girassol, guarda-chuva.

  • A noite fica linda quando há vagalumes no jardim.
  • Eu plantei um belo girassol.

Há dois tipos principais de composição de palavras: a composição por justaposição e a composição por aglutinação.

Composição por justaposição

No processo de composição por justaposição, como o nome indica, novas palavras são formadas a partir de duas palavras que são colocadas lado a lado sem perderem a sua integridade silábica. Isto é, são simplesmente justapostas:

  • beija-flor;
  • beira-mar;
  • bem-me-quer;
  • madrepérola;
  • segunda-feira;
  • pé-de-meia;
  • passatempo;
  • varapau.

Composição por aglutinação

No processo de composição por aglutinação as palavras formadoras de um novo vocábulo encontram-se intimamente unidas, ocorrendo a perda da noção de composição, uma vez que as palavras se subordinam a um único acento tônico e sofrem perda de sua integridade silábica:

  • aguardente (água + ardente);
  • pernalta (perna + alta);
  • embora (em + boa + hora);
  • viandante (via + andante).

Classe gramatical dos elementos

Os substantivos compostos podem ser formados por elementos de diferentes classes gramaticais.

A classe gramatical dos elementos formadores do substantivo influencia nas regras de formação de plural e de feminino dos substantivos compostos.

Substantivo + substantivomanga-rosa, porco-espinho, tamanduá-bandeira
Substantivo + preposição + substantivopé-de-meia, arco-da-velha, cor-de-rosa
Substantivo + adjetivoamor-perfeito, aguardente, criado-mudo, belas-artes, alto-forno
Adjetivo + adjetivoazul-marinho, luso-brasileiro, tragicômico
Numeral + substantivomil-folhas, segunda-feira, trigêmeo
Pronome + substantivomeu-bem, nossa-amizade, Nosso Senhor
Verbo + substantivobeija-flor, guarda-roupa, cata-vento
Verbo + verbocorre-corre, perde-ganha, vaivém
Advérbio + adjetivobem-bom, mal-educado, sempre-viva
Advérbio (ou adjetivo em função adverbial) + verbomaldizer, bem-aventurar

Flexão dos substantivos compostos

Como exposto, os substantivos compostos podem ser formados por palavras de diferentes categorias gramaticais. É essa variedade que pode gerar dúvidas na hora de fazer a chamada flexão de número, isto é, o plural.

Regra geral: nos substantivos compostos vão para o plural apenas as palavras que forem substantivo ou adjetivo, inclusive ambos juntos. Os demais, de forma geral, não variam.

SingularPlural
o guarda-chuvaos guarda-chuvas
o abaixo-assinado os abaixo-assinados
a má-formação as más-formações

Flexão de número

Há outras regras específicas para a formação do plural dos substantivos compostos.

  • Quando o substantivo composto é constituído de palavras que se escrevem ligadamente sem hífen, forma o plural como se fosse um substantivo simples (acrescenta-se -s à palavra): aguardente(s); claraboia(s); varapau(s); pontapé(s);
  • Quando os termos componentes do substantivo se ligam por hífen:
    • Verbo ou palavra invariável + substantivo ou adjetivo: varia apenas o segundo elemento. Exemplos: guarda-chuva/guarda-chuvas; bate-bocas/bate-bocas; sempre-viva/sempre-vivas;
    • Termos ligados por preposição: apenas o primeiro elemento varia. Exemplos: pão de ló/pães de ló; pé de cabra/pés de cabra; joão-de-barro/joões-de-barro; mula sem cabeça/mulas sem cabeça.
    • Segundo termo é um substantivo determinante específico, isto é, ele especifica e/ou restringe o primeiro termo: só o primeiro elemento vai para o plural. Exemplos: navio-escola/navios-escola; salário-família/salários-família; banana-prata/bananas-prata; manga-espada/mangas-espada.
    • Composto constituído de dois substantivos ou um substantivo e um adjetivo: ambos os elementos variam. Exemplos: carta-bilhete/cartas-bilhetes; gentil-homem/gentis-homens; tenente-coronel/tenentes-coronéis.

Sobre os substantivos

Os substantivos são a classe de palavras fundamental da língua portuguesa. Sem eles não é possível estruturar frases e criar textos, tampouco nos comunicarmos de maneira eficiente, isso porque os substantivos são responsáveis por nomear os seres, objetos, ações, lugares e sentimentos que constituem o mundo.

Assim, os substantivos são palavras que existem para dar nomes:

  • aos seres reais e imaginários (homem, mulher, bruxa, fada, cachorro,…);
  • às pessoas (Luiz, Fátima, João,…);
  • aos objetos (mesa, geladeira, computador,…);
  • às qualidades (a beleza da garota, a chatice do menino, a complexidade da vida,…);
  • aos lugares (praia, escritório, aeroporto, Belo Horizonte, Paris,…);
  • aos sentimentos (ciúme, amor, amizade, raiva,…);
  • às ações (movimento, paulada, dança,…).

Além de pertencerem à classe gramatical mais numerosa da língua portuguesa, os substantivos são uma classe gramatical variável e, assim, apresentam flexão de gênero, número e grau. Além disso, eles podem ser precedidos por numerais (um garoto), artigos (o garoto), adjetivos (lindo garoto) ou pronomes (meu garoto).

São classificados em nove categorias de acordo com a especificidade de suas funções semânticas. Essas categorias são: substantivos simples, substantivos compostos, derivados, primitivos, concretos, abstratos, comuns, próprios e coletivos.