Substantivo abstrato

Os substantivos abstratos designam seres sem existência própria, isto é, que necessitam de outros ser para se manifestar. É o caso dos sentimentos, por exemplo, que só podem existir em algum outros ser.

Geralmente, os substantivos abstratos designam conceitos, conceptualizações abstratas e realidades imateriais. Indicam qualidades, noções, estados, ações, sentimentos e sensações de outros seres.

Sentimentosamor, ansiedade, alegria, tristeza, raiva, ciúme, felicidade, medo, inveja, saudade etc.
Sensaçõesvertigem, cansaço, calor, frio, sede, fome etc.
Qualidadesbeleza, honestidade, sinceridade, dignidade, assertividade, bondade etc.
Noçõeslargura, peso, tamanho, extensão, cor, espessura etc.
Açõescrescimento, amadurecimento, arrumação etc.
Estadosvelhice, juventude, riqueza, ilusão, doença etc.

Substantivos abstratos e concretos

Diferentemente dos substantivos abstratos, os substantivos concretos designam seres reais ou imaginários que independem de outros seres para existirem: garfo, televisão, mesa, Brasil, Paris, escritório, computador etc.

Exemplos com substantivos abstratos

  • A alegria reina em minha vida.
  • Sinto muita paz quando estou com vocês.
  • Desejo muitas felicidades ao casal!
  • A riqueza não é tudo o que pensam.
  • Sua inteligência é de dar inveja.
  • A tristeza sempre foi a marca registrada daquele homem.
  • Estava completamente sem paciência.

Os substantivos abstratos derivados de qualidades, quando formam plural, tornam-se substantivos concretos:

a inteligência (abstrato) – as inteligências (concreto)
a bondade (abstrato) – as bondades (concreto)