Conjunções integrantes

As conjunções integrantes são conjunções subordinativas empregadas para introduzir orações sudordinadas que atuam como substantivos nas frases. Ou seja, introduzem orações que desempenham funções de sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, predicado nominal e aposto em relação à oração principal.

  • Pedi-lhe que me desculpasse.

No exemplo, a oração iniciada pela conjunção integrante que desempenha a função de objeto direto da oração principal (pedi-lhe).

Há apenas duas conjunções integrantes: que e se.

Exemplos com conjunções integrantes

  • Verifique se ele chegou no horário.
  • É importante que você tenha paciência com o seu irmão.
  • Espero que você seja feliz!
  • Quero saber se a pesquisa foi autorizada.

Uso das conjunções integrantes

As orações introduzidas pelas conjunções integrantes são chamadas de orações subordinadas substantivas, elas podem ser:

  • Oração subordinada substantiva subjetiva: a oração desempenha função sintática de sujeito do verbo da oração principal.
    • É necessário que você colabore.
    • Parece que a situação melhorou.
    • Ignora-se como se deu o acidente.
  • Oração subordinada substantiva objetiva direta: a oração funciona como objeto direto do verbo da oração principal.
    • O mestre exigia que todos colaborassem.
    • Laura esperou que a família voltasse.
    • O fiscal verificou se tudo estava em ordem.
  • Oração subordinada substantiva objetiva indireta: a oração funciona como objeto indireto do verbo da oração principal.
    • Não me oponho a que você vá embora.
    • O professor insistiu em que os alunos tivessem aulas dinâmicas.
  • Oração subordinada substantiva predicativa: a oração exerce função de predicativo do sujeito da oração principal.
    • Seu receio era que chovesse.
    • Nossa esperança era que ele chegasse logo.
    • A dúvida é se ele vem cedo ou tarde.
  • Oração subordinada substantiva apositiva: a oração exerce função de aposto da oração principal.
    • Só desejo uma coisa: que sejam muito felizes.
  • Oração subordinada substantiva completiva nominal: a oração exerce a função sintática de complemento nominal de um substantivo ou adjetivo da oração principal.
    • Tenho esperança de que você volte para casa.

Saiba mais sobre as conjunções subordinativas que são sempre utilizadas para iniciar orações subordinadas.